Página inicial / Canadá / Atualizado Set./ 2020 – Restrições de viagem ao exterior de brasileiros devido ao Coronavírus

Atualizado Set./ 2020 – Restrições de viagem ao exterior de brasileiros devido ao Coronavírus

Homem usando máscara no aeroporto.

Reunimos os principais destinos de brasileiros em busca de intercâmbio e estudos no exterior e as principais informações divulgadas pelas Embaixadas de cada país, despachantes e parceiros. Você confere logo a seguir:

África do Sul

Ainda existem brasileiros tentando o retorno ao Brasil e no final de Setembro de 2020 a Embaixada do país disse que a Qatar airways terá mais 4 voos de repatriação de brasileiros que queiram retornar para o Brasil.

A Embaixada da África do Sul no Brasil informou que brasileiros não podem tirar visto e entrar no país pelo menos até 15 de Outubro.

As notícias que as escolas de inglês tem ciência é que possivelmente na metade de deste mês de Setembro já se tenha voos para entrar no país mas ainda com restrições dependendo do destino.

Algumas escolas pretendem voltar com as aulas presenciais no início de Novembro, mas também não está confirmado e é necessário verificar mais próximo da data uma informação atualizada.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da África do Sul clicando aqui.

Austrália

Algumas escolas retornaram com aulas presenciais e outras continuam com o isolamento. A recomendação para estrangeiros é a de acompanhar a melhora da situação no país e se possível agendar alteração dos planos em casos de interesse ao embarque próximo à Outubro.

A embaixada da Austrália no Brasil informa que o país continua fechado para brasileiros e sem data para reabertura ainda esse ano.

A recomendação é a de reprogramar para ano de 2021. Australianos conseguem retornar do Brasil para a Austrália, porém obrigatoriamente cumprindo um período de 14 dias de isolamento social.

Quanto ao visto australiano, os despachantes informam que desde o início da Pandemia estão realizando os processos normalmente, porém dependendo da data, ainda não estão liberando justamente pelo país estar com as portas fechadas para estrangeiros.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Austrália clicando aqui. Para um despachante especializado, clique aqui.

Canadá

Os despachantes informam que atualmente o consulado canadense iniciou os processos para aquisição do visto, porém apenas de forma online, e apesar do processo ter se iniciado, o cadastro da biometria ainda não foi liberado.

Portanto, o visto ainda não está sendo entregue e eles estão sem previsão de quando será possível concluir o processo para retirada o visto.

O ETA (Electronic Travel Authorization) está sendo realizado, porém o país tem restrição para a entrada de brasileiros. Sendo assim, apenas viagens essenciais e mediante o cumprimento de 14 dias de isolamento social estão sendo liberadas.

A recomendação é para que os brasileiros aguardem um posicionamento atualizado para embarques ao país.

Algumas escolas reabriram as aulas presenciais em Setembro, mas a recomendação é a de que haja alteração dos planos de embarque para evitar uma provável restrição de entrada.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada do Canadá clicando aqui. Para um despachante especializado, clique aqui.

Estados Unidos

Em função do grande número de casos de Covid-19 no Brasil, o governo norte-americano proibiu a entrada de passageiros com origem do Brasil, ou que tenham estado no País nos últimos 14 dias antes da admissão nos Estados Unidos.

Os Estados Unidos liberou voos vindos do Brasil à partir de 14/Setembro/2020, porém o turismo continua fechado, e se o passageiro não for portador de um visto residente, de trabalho, Green card ou se não for americano, a restrição de acesso ainda permanece.

Essas restrições impostas pelo governo dos Estados Unidos não têm data para expirar e não há qualquer previsão oficial para o fim das medidas implementadas.

O cenário mais provável é que a situação seja normalizada apenas no primeiro semestre de 2021, condicionada ao controle da pandemia no Brasil e nos Estados Unidos, ou a um eventual processo de vacinação que possa começar nos próximos meses. 

Os despachantes informam que os processos de vistos não estão sendo feitos atualmente e que provavelmente as entrevistas começarão a ser realizados em Janeiro/2021. E por isso, o recomendado é acompanhar uma melhora da situação e, se necessário, alteração do agendamento do visto para Fevereiro em diante.

A maioria das escolas do país permanecem fechadas ou com aulas online sem previsão de retorno, mas acreditam em um possível cenário de volta às aulas presenciais até o final deste ano.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada dos Estados Unidos clicando aqui. Para um despachante especializado, clique aqui.

Inglaterra

As fronteiras do Reino Unido estão abertas embora o governo britânico tenha passado a exigir isolamento social obrigatório de 14 dias para todo e qualquer viajante que chegar ao país, incluindo seus próprios cidadãos.

O consulado recomenda fortemente evitar viagens atualmente e acrescentam várias medidas para conter a propagação do vírus, como: evitar aglomerações, passeios promovidos pelas instituições de ensino, obrigatoriedade de máscaras e regras de distanciamento.

Algumas escolas da Inglaterra retornaram às aulas presenciais no segundo semestre de 2020, porém com adaptações relacionadas ao distanciamento, uso máscaras e diminuição das áreas de uso comum com o intuito de proteção dos funcionários e alunos.

Sendo assim, a recomendação é a de aguardar melhoras e se possível, alterar o planejamento de embarque que seja em Setembro ou próximo deste mês.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Inglaterra clicando aqui. Para um despachante especializado, clique aqui.

Irlanda

A maioria das escolas informa possível retorno com as aulas presenciais entre Setembro à Novembro, porém ainda continuam sem data certa para aulas presenciais, e por isso recomendam que estrangeiros com data de embarque para este ano alterem para evitar problemas com a imigração e aplicação da permissão de estudo no país, além de políticas de aula online em caso de não reabertura.

O consulado informa que a Irlanda não fechou as fronteiras, mas o Governo Irlandês aconselha que todas as viagens não essenciais sejam evitadas por tempo indeterminado e todos entrando no país, incluindo cidadãos Irlandeses, devem restringir seus movimentos e permanecer em isolamento por 14 dias, a menos que estejam vindo de um dos países incluídos na lista verde divulgada pelo governo. O Brasil não faz parte desta lista e para consulta de países com permissão clique aqui.

Restringir seus movimentos significa permanecer em um local fechado, evitando contato com outras pessoas e situações sociais o máximo possível. Para garantir que esta medida está sendo cumprida, todos os passageiros que chegam na Irlanda do exterior agora devem preencher um formulário criado por eles (Public Health Passenger Locator Form). Algumas exceções se aplicam para provedores de serviços essenciais de logística, como transportadoras, pilotos e pessoal marítimo. Mais informações juntamente com o formulário estão disponíveis através deste link.

Devido às incertezas é recomendado se organizar para embarcar pelo menos no primeiro semestre de 2021 ou aguardar melhora do país. Até lá, possivelmente já terá mais certeza da abertura das escolas de inglês, além da flexibilização do isolamento.  A Irlanda já fez alterações em várias datas de reabertura justamente devido ao aumento nos casos de coronavírus no país, situação que se repete em diversos lugares da Europa.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Irlanda clicando aqui.

Malta

O consulado Maltês informa que a entrada de brasileiros está proibida atualmente devido a situação que o país está enfrentando. Apenas quem já mora lá com residência fixa e trabalho é que consegue a entrada no país com restrições de isolamento.

Eles informam também que ainda não possuem previsão para liberação e que atualmente o país passa por uma segunda onda do COVID-19, essa ainda pior que a primeira.

Algumas escolas retornaram às aulas presenciais, porém com diversas medidas de segurança, como uso de máscaras, áreas comuns reduzidas e com menos alunos e a recomendação é a de aguardar melhora do país e se possível, realizar a alteração de planejamentos de intercâmbios que estejam com data próxima a Setembro.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Malta clicando aqui.

Nova Zelândia

A entrada de passageiros na Nova Zelândia continua suspensa, salvo casos de cidadãos, residentes permanentes e exceções diplomáticas.

Nova Zelândia e Austrália planejam um corredor especial entre os dois países. Representantes do governo estão discutindo a criação de uma “bolha de viagem”, permitindo o livre trânsito de passageiros entre as duas nações, já que ambas estão conseguindo controlar os casos de contágio interno.

Desde Maio, o país entrou no nível 2 de alerta, o que significa que as escolas poderiam reabrir e por isso a maioria já atua com aulas presenciais com medidas preventivas, porém com a recomendação ao mercado brasileiro de aguardar melhora das fronteiras para poder estudar.

O consulado confirma que as fronteiras para brasileiros continua fechada e é recomendado aguardar melhora do cenário mundial.

Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Nova Zelândia clicando aqui.



Comentários

Sobre IntercâmbioDireto.com

Somos uma plataforma online que conecta estudantes e escolas no exterior sem taxa de agência, com suporte e assessoria grátis.

Checar também

cultura-do-canada

Como é a cultura do Canadá? Conheça as tradições do país!

O Canadá é um país incrível, extremamente amigável e muito procurado para turistar ou até …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *