Visto negado: descubra o que fazer!

Você já teve seu visto negado? Isso acontece com muitas pessoas e é relativamente comum encontrar pessoas que estavam se programando para viajar, compraram suas passagens e tiveram seu visto negado por alguma razão.

Se você teve seu visto negado e não sabe porquê, leia o artigo e anote as dicas que vamos dar.

Veja a seguir, os sete motivos mais comuns para isso acontecer, o que fazer e quando decidir retirar o visto novamente. Boa leitura!

 

Visto negado: recomendações iniciais

Antes de tudo recomendamos você só efetuar a compra das passagens aéreas depois da confirmação do visto.

Isso evita transtornos com pedido de reembolso, prejuízos financeiros, negociações com as companhias aéreas e frustrações.

Além disso, a melhor opção é esperar alguns meses para fazer o processo novamente. Mas lembre-se que não existe um limite oficial de tempo para isso.

Basta fazer tudo de novo, pagar a taxa e agendar uma nova entrevista.

Se você fizer a solicitação de novo em poucos dias, não altere muitas coisas no seu questionário.

Afinal a comprovação da veracidade das informações é essencial para aprovação do visto.

 

Por que um visto pode ser negado?

Descobrir o motivo de negação do seu visto de viagem é essencial para evitar que os mesmos erros aconteçam novamente. Assim, você pode corrigi-los da próxima vez e viajar tranquilamente.

Caso você não reconheça seu erro em nenhuma das alternativas, entre em contato com o consulado e tire suas dúvidas sobre o problema.

Leia também Quanto custa um intercâmbio nos EUA de 3 meses? 

 

1. Desconhecer o processo

Você sabia que cada país define os próprios procedimentos para tirar o visto?

Normalmente as pessoas pensam somente no processo para conseguir o visto nos EUA. Porém, esse processo pode ser “difícil” da mesma forma em outros países.

Independente do lugar que você escolher, é importante estudar e se informar sobre todo o processo, para não ter o risco do visto negado.

Durante o processo existem diferentes etapas, cada uma com diferentes tipos de documentos e requisitos. Se em alguma delas você cometer um deslize, pode ser que o processo todo seja comprometido.

Caso alguém que você conheça já tenha passado por esse mesmo processo, pode ser interessante você conversar com essa pessoa.

 

2. Esquecer um documento

Embora não pareça, esse tipo de coisa sempre acontece.

A dica que damos para você ter certeza que não esquecerá nenhum documento é anotar todos que são requisitados.

Dessa forma, as chances de esquecer algum documento no dia da entrevista são mínimas.

Se for necessário, revise essa lista utilizando os meios oficias onde constam os documentos pedidos.

 

3. Solicitar o tipo errado de visto

Algumas pessoas podem não saber, mas existem diversos tipos de vistos.

No caso do intercâmbio costuma ser o de estudante. Além dele, também existe o visto de turismo, negócios e trabalho.

Quando for solicitar o visto, tenha certeza que ele é da categoria que você precisa. Caso contrário, você apenas irá gastar tempo, dinheiro e terá o visto negado.

 

4. Demonstrar (in)segurança na entrevista

Processos como esse sempre nos deixam nervosos, isso é fato.

Mas fique tranquilo, não há nada para se preocupar. 

O segredo aqui é se manter calmo, porque ninguém vai te acusar de nada. É só você ser amigável e respeitoso, sem parecer um robô, que tudo ficará bem.

Ah, e o mesmo vale para o contrário. Nada de demonstrar muita segurança nas respostas. Não que você não possa estar confiante, mas nada de ficar se “achando”, beleza?

A postura durante a conversa com os agentes do consulado, faz toda diferença. Demonstrar nervosismo e insegurança pode despertar a suspeita dos entrevistadores, o mesmo vale para o excesso de confiança.

Você apenas deve responder às perguntas feitas, sem muito alarde ou desespero.

Lembre-se de sempre ser sincero ao responder todas as perguntas.

 

5. Não mostrar todo itinerário da viagem

Durante a entrevista, o agente irá pedir pelo itinerário da viagem. 

O itinerário nada mais é do que a rota que você fará nessa viagem. Caso a sua viagem seja do Brasil para os Estados Unidos, então o itinerário será Brasil – Estados Unidos.

Se você tem o intuito de parar em algum lugar no caminho, inclua essa nova parada no itinerário. 

Para aqueles que desejam visitar mais de um país durante a estadia no exterior, isso é extremamente importante.

Quanto maior a transparência e honestidade na entrevista, melhor.

 

6. Falar que conhece alguém

Você pode até conhecer alguém no país de destino, mas pode ser melhor não comentar isso.

Veja bem, não há problema nenhum em comentar isso, desde que você possa provar isso.

Toda vez que você informar algo, você precisa ter como comprovar, independente da natureza da informação.

No caso de conhecer alguém, você precisará dar informações completas sobre essa pessoa. Por exemplo, onde se conheceram, a profissão dela, documentos, etc.

Além disso, podem pedir pelo endereço completo dessa pessoa. É importante ressaltar que o endereço completo inclui:

  • nome da rua;
  • número da residência;
  • complemento (caso tenha);
  • bairro;
  • código postal (CEP);
  • cidade;
  • estado.

Por via das dúvidas, é melhor se você não comentar sobre isso, porque vai te dar muito trabalho.

 

7. Dizer que quer trabalhar

Veja bem, o intuito do intercâmbio (normalmente) é apenas estudar.

Portanto, não diga, em hipótese alguma, que você tem o intuito de trabalhar lá.

Para cada necessidade existe um tipo diferente de visto, então caso o seu intercâmbio não inclua o trabalho (como na Irlanda), não precisa falar sobre isso.

Caso você diga que quer trabalhar, mas o seu intercâmbio for apenas cultural, você não conseguirá o visto.

 

O que fazer na próxima vez?

Para retornar ao consulado e tentar tirar o visto novamente, você precisa seguir as dicas e identificar o seu erro para ele nunca mais se repetir. Foque em:

  • possuir documentos que comprovem tudo o que estiver no questionário do visto;
  • responder os questionamentos sem ocultar informações;
  • manter uma postura calma;
  • possuir os meios financeiros necessários para a viagem.

Anotou todas essas dicas? Certifique-se de que está tudo certo para sua viagem e não terá mais erros!

 

Quanto tempo depois tentar novamente?

Caso o seu visto seja negado, é recomendado que você espere pelo menos seis meses para fazer a solicitação novamente.

Porém, isso não é uma regra. Se você quiser, pode fazer essa mesma solicitação no dia seguinte que o visto for negado.

Esse tempo de seis meses é indicado porque dizem que é o tempo ideal para você conseguir mudar o que te deixou com esse visto negado.

Mas falando com honestidade, você deve tentar tirar o visto novamente quando se sentir preparado. 

Caso antes desses seis meses você já tenha conseguido mudar a sua situação (independente de qual seja), você pode tentar sem problema nenhum.

 

Como não ter o visto negado?

Embora isso pareça difícil, não ter o visto negado pode ser uma tarefa bem simples.

Basicamente, o agente pode negar o seu visto por dois motivos.

Primeiro, falta de comprovação. Isso diz respeito ao que você declara no formulário e na entrevista e o que você consegue provar na hora da entrevista.

Por exemplo, se você diz que ganha X reais no seu trabalho e não leva nenhum holerite ou extrato bancário.

Segundo, provar que possui vínculos no Brasil. Se você quer ir para um país, você precisa ter vínculos que te trarão de volta.

Por exemplo, ter filhos, estar na faculdade ou ter um financiamento ainda não finalizado.

Se você sempre puder comprovar o que falar durante a entrevista e provar que possui vínculo no Brasil, então as chances de ter o visto negado são mínimas.

 

Qual a chance de ter o visto negado?

De forma grosseira, podemos dizer que é uma questão cinquenta-cinquenta.

Você tanto pode ter o visto quanto ter o visto negado.

Essa questão vai depender exclusivamente de você e o que foi comentado anteriormente.

Para você não arriscar ter o seu visto negado, precisa comprovar tudo que comentar na entrevista e possuir vínculos aqui no Brasil.

 

Converse com especialistas

Nós da Fluencypass estamos preparados para entender todo o seu processo e realizar seu intercâmbio. 

Aqui na Fluencypass, você consegue entender qual o melhor pacote e destino. Além de contratar o melhor seguro para você, para você poder ter a melhor experiência possível. Somos a maior plataforma online de intercâmbio da América Latina.

Tudo que você precisa está no nosso site. Em caso de dúvidas, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe para esclarecer todas as informações necessárias para sua viagem.

 

Fluencypasshttp://fluencypass.com
Conte com a Fluencypass para dar um up na sua fluência, veja informações de Inglês e Intercâmbio, tenha acesso a conteúdos exclusivos e notícias.

Mais sobre o autor